17/05/2018 às 11:44 - Atualizado em 17/05/2018 às 11:46

UDC entrega Pesquisas Gastronômica e Hoteleira ao Sindhotéis Foz

Estudo é uma realização do Centro Universitário UDC em parceria com a University of Central Florida e o Rosen College of Hospitality Management, dos Estados Unidos, com o apoio da Prefeitura Municipal, ACIFI, Sindhotéis e Polo Iguassu.

O pró-reitor do Centro Universitário UDC, Fábio Prado, recebeu na última terça-feira (15.05) o presidente e o diretor executivo do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Foz do Iguaçu (Sindhotéis Foz), Neuso Rafagnin e Plácido José de Oliveira, para a entrega oficial dos resultados das Pesquisas Gastronômica e Hoteleira, aplicadas no final de 2017.

Estas pesquisas são uma realização do Centro Universitário UDC em parceria com a University of Central Florida – UCF e o Rosen College of Hospitality Management, dos Estados Unidos, com o apoio da Prefeitura Municipal, ACIFI, Sindhotéis Foz e Polo Iguassu.

A pesquisa Gastronômica teve 3 percepções: de empresários, colaboradores e clientes. Já a pesquisa Hoteleira reuniu informações gerais de hotéis, serviços oferecidos, número de funcionários, taxas médias de ocupação, tempo de permanência dos hóspedes, treinamentos dos funcionários, parcerias, frequência de reformas, faixa etária dos hóspedes, motivo da hospedagem, entre muitos outros dados.

A pesquisa tem um caráter totalmente aplicável, ou seja, os resultados podem ser utilizados pela comunidade para transformar o setor. Os questionários são baseados nos aplicados pela UCF e o Ronsen College na Disney, em Orlando. “Agradecemos a todos que participaram e aguardamos sugestões para as próximas edições. Estamos no caminho certo, mas podemos melhorar, é uma cidade que vive do turismo e tem que buscar isso sempre”, conclui Fábio Prado.

O presidente do Sindhotéis, disse ao pró-reitor que esta tem sido uma das principais bandeiras do sindicato, que está empenhado em fornecer aos empresários da gastronomia a qualificação necessária para tornar o Destino Iguassu num destino de excelência também na questão de gastronomia. Neuso Rafagnim informou que o Sindhotéis possui um Centro de Capacitação que está totalmente à disposição dos empresários para elevar a qualidade e a diversidade da gastronomia.

“A qualificação dos profissionais de todos os níveis da gastronomia se faz necessária. O Sindhotéis se preocupa não somente com a melhoria dos profissionais que já atuam hoje no mercado, mas com a formação de mão de obra qualificada para o futuro e, para isso, se torna fundamental investir na capacitação dos jovens, na formação da cultura do turismo e, consequentemente, fazer com que os jovens que optem por abraçar a atividade de hotelaria ou de gastronomia estejam preparados e alinhados com os níveis de exigência dos turistas que hoje frequentam o Destino Iguaçu”, afirmou .

Na pesquisa anterior participaram 348 clientes, já na aplicada em 2017 o número subiu para 504. Com relação aos empresários, primeiro foram 95 e em 2017, 119 entrevistados. Entre os funcionários, na anterior participaram 355 pessoas e em 2017 foram 420. “A grande crescente nos números de participantes nas pesquisas foi muito expressiva”, comentou Prado.

A íntegra do relatório está no site do Sindihotéis Foz, no endereço https://goo.gl/TDCYN7.