09/09/2020 às 15:36 - Atualizado em 09/09/2020 às 17:25

Feriado registra alta taxa de ocupação hoteleira nos principais destinos do país

Pablo Regino/MTur

Por Victor Maciel

O feriado do dia 7 de setembro veio para confirmar a retomada das viagens domésticas no país.

Isso porque o setor hoteleiro dos principais atrativos turísticos nacionais registrou taxas de até 100% de ocupação durante a data, obedecendo aos protocolos de segurança sanitária orientados pelo Ministério do Turismo e por municípios. Em destinos como Jericoacoara e Mundaú, no Ceará, e na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o índice chegou quase à totalidade, de acordo com entidades e associações do segmento.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, comemora os resultados e avalia que os números mostram que é possível, sim, retomar atividades de forma segura. “Nosso foco, além de garantir a saúde do turista, é assegurar a recuperação econômica e a inclusão social dos milhões de brasileiros afetados pela pandemia do novo coronavírus. Acredito que com o selo Turismo Responsável podemos incentivar as viagens domésticas e dar segurança para o turista aproveitar o seu lazer em um dos nossos vários atrativos”, sustenta.

No Rio Grande do Sul, a região das Hortênsias, que compreende os municípios de Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Picada Café, São Francisco de Paula e Caxias do Sul, registrou uma média de 50% de ocupação hoteleira, conforme o Sindicato de Hotelaria das Hortênsias (Sindtur). Por lá, os estabelecimentos podem atender apenas com metade da capacidade. Em Goiás, o número chegou a 90% em Caldas Novas e a 100% em Pirenópolis e Alto Paraíso.

No Nordeste, a data também foi de alta. Em João Pessoa, o índice ultrapassou os 65%. Nos destinos baianos, como Porto Seguro, Morro de São Paulo e Praia do Forte, o percentual variou de 50% a 70%. Na capital alagoana Maceió, o número ficou em torno de 70%, segundo a Secretaria de Turismo do estado, e no Rio de Janeiro (RJ), os turistas ocuparam 46% dos quartos de hotéis da cidade.

ALTA DE VISITANTES - O número de visitantes também surpreendeu destinos turísticos do país. Nas Cataratas do Iguaçu, no Paraná, por exemplo, foram registradas mais de 7 mil pessoas no local durante o feriado, contra uma previsão de 3 mil. Quem também viu o número de visitantes disparar foi Porto de Galinhas (PE), contabilizando mais de 90 mil turistas. De acordo com a Secretaria de Turismo local, o número é maior do que o verificado nos finais de semana entre dezembro e março, meses de alta temporada.

SELO PARA HOTÉIS - Em junho, o Ministério do Turismo lançou o selo “Turismo Responsável - Limpo e Seguro”, que oferece protocolos de biossegurança com recomendações para 14 segmentos turísticos e guias. As orientações ao ramo hoteleiro incluem disponibilização de álcool em gel 70% em locais estratégicos, utilização de lixeiras que não precisem ser abertas manualmente, promover a renovação do ar e a medição de temperatura, entre outras. Além disso, o estabelecimento deve assegurar, em todos os setores, o cumprimento de protocolos essenciais e transversais de distanciamento social, higiene e sanitização de ambientes e de segurança a colaboradores e hóspedes, bem como manter comunicação contínua das ações e prever o monitoramento das medidas adotadas.

Fonte: Ministério do Turismo