25/09/2019 às 14:26 - Atualizado em 25/09/2019 às 14:40

FBHA participa do Seminário "A legalização dos jogos em novo cenário"

Proativa Comunicação

A FBHA participou, no dia 18 de setembro, do Seminário "A legalização dos jogos em novo cenário", realizado na Câmara dos Deputados. Na ocasião, a entidade foi representada pelo presidente Alexandre Sampaio.

O evento, organizado pela Frente Parlamentar Mista pela Aprovação do Marco Regulatório dos Jogos no Brasil - presidida pelo deputado federal Bacelar (Pode-BA) – promoveu ampla discussão sobre o PL 442/91, que prevê o marco regulatório dos jogos no Brasil.

“Não é de hoje que os jogos movimentam bilhões no país, sem que nada seja arrecadado para e pelo Estado brasileiro. Em um momento delicado em que nossa economia se encontra, é necessário pensarmos em outras formas de arrecadação de impostos, que não penalizem a população”, ressalta Sampaio. Nesse caso, segundo ele, a regulamentação poderá não só tirar atividades como o jogo do bicho da ilegalidade, como garantir, por exemplo, direitos trabalhistas a empregados do setor. 

O deputado Bacelar afirma que a legalização de todos os jogos tem o potencial de gerar R$ 18 bilhões em tributos por ano. A bancada favorável ao jogo acredita que o momento atual é mais favorável à aprovação do marco regulatório porque o governo atravessa uma crise fiscal.

O secretário nacional de Qualificação e Promoção do Turismo, Bob Santos, disse que o governo apoia a legalização e pediu aos deputados que promovam mais discussões para esclarecer a população, principalmente a respeito da ludopatia, que é o vício em jogos.

O presidente da Comissão de Turismo, deputado Newton Cardoso Jr. (MDB-MG), contou que esteve em Las Vegas, nos Estados Unidos, para conhecer a infraestrutura relacionada ao jogo. Segundo ele, as grandes cadeias de hotéis têm programas próprios para tratar o problema do vício. Newton Cardoso Jr disse que a arrecadação gerada pelo jogo é apenas 30% da renda de Las Vegas. O restante vem da estrutura de hospedagem e entretenimento que está associada à atividade.

Com informações da Agência Câmara de Notícias