FBHA News
 
 

FBHA News


Acompanhe as últimas notícias sobre a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação.
 
 

Registre-se

You need to enable user registration from User Manager/Options in the backend of Joomla before this module will activate.

Login

Quinta, 09 Novembro 2017 18:39

Violência gera impacto no turismo do Rio de Janeiro

Escrito por  Comunicação

Estudo da CNC aponta queda de R$ 657 milhões nas receitas do turismo fluminense provocada pela criminalidade

O aumento da criminalidade no Rio de Janeiro provocou uma queda de R$ 657 milhões nas receitas do turismo fluminense entre janeiro e agosto de 2017, segundo aponta um estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O montante equivale a 29% do total da perda do faturamento do setor (R$ 2,291 bilhões).

Embora fatores relacionados à conjuntura econômica ajudem a explicar a queda de atividade no turismo fluminense, a pesquisa aponta a contribuição negativa do aumento da violência no Rio de Janeiro para a recuperação do setor, que responde por mais de 9,9% dos postos de trabalho formais do Estado e por aproximadamente 7% da economia fluminense.

A perda de receita relatada (R$ 657 milhões), que equivale ao faturamento de 8,9 dias do turismo local, impactou de forma mais significativa o segmento de bares e restaurantes (R$ 332,1 milhões, o correspondente a 50,3% do total), seguido pelas atividades de transportes, agências de viagens e locadoras de veículos (R$ 215,5 milhões, ou 32,6%), hotéis, pousadas e similares (R$ 97,7 milhões, ou 14,8%) e por atividades culturais e de lazer (R$ 14,7 milhões, ou 2,2%).

Para o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da CNC, Alexandre Sampaio, apesar dos dados levantados pela Confederação, algumas iniciativas podem ajudar na recuperação do segmento. “De modo geral, e principalmente no Rio de Janeiro, os governos devem fortalecer iniciativas de apoio à segurança pública, com a mobilização de todos os recursos disponíveis, tais como forças auxiliares, inteligência estratégica, troca de informações entre as autoridades de diversos níveis campanhas de mobilização social”, afirmou Sampaio.

Para o presidente da FBHA, para ser uma alternativa para a retomada da economia, o turismo precisa avançar em diversas frentes, como na transformação da Embratur em agência para ampliar a divulgação dos destinos brasileiros, e em mudanças que facilitem investimentos, como a criação de zonas de exportação turística e a ampliação do número de países com visto eletrônico. “A liberação dos cassinos, por exemplo, será um ganho para o Estado do Rio e para o País. São iniciativas que não dependem de investimentos do poder público e podem gerar empregos, o que, sem dúvida, refletirá nos índices de criminalidade”, observou.

banner01.jpg




Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades sobre a indústria e mercado.







Consulte aqui todas as edições da newsletter.

 Notícias/Artigos

 
Leia
legislacao

Clipping

Principais matérias e reportagens, publicadas nos veículos de comunicação de maior circulação do país.
Conheça