20/09/2018 às 18:37

Empresários de hotelaria pretendem investir nos próximos seis meses, segundo pesquisa

O setor de hospedagem brasileiro está disposto a fazer investimentos nos próximos seis meses. Essa é a expectativa do mercado, segundo uma pesquisa divulgada pelo Ministério do Turismo. Realizado em julho, o levantamento contou com a participação da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), de secretarias e órgãos estaduais de Turismo e de entidades representativas do setor. De acordo com a pesquisa, 44,4% dos empreendimentos hoteleiros de todas as regiões do país declararam a possibilidade de realizar investimentos, enquanto outros 10,7% informaram que, com certeza, realizarão investimentos.

Também para os próximos seis meses são esperados aumento de 28,5 % no faturamento de empresas e crescimento de 60,8% no número de empregados. Em relação à demanda pelos serviços e ao faturamento da empresa, foi possível notar que as perspectivas são positivas com 37,6% e 40,8%, respectivamente.

Outros dados demonstram que 58% apostam na estabilidade ou aumento na rentabilidade do setor de Turismo, 63,4% acreditam que o mesmo ocorrerá com demanda pelo destino onde seus hotéis estão localizados e 60,2% acham que os gastos dos turistas nas cidades que visitam se manterão ou apresentarão um aumento.

A Pesquisa de Sondagem – Empresários do Setor Hoteleiro no Brasil é realizada pelo Ministério do Turismo. O número de empreendimentos participantes ainda não foi divulgado, mas os dados coletados têm o objetivo de compreender as perspectivas dos empresários em relação ao desempenho de seus estabelecimentos e dos destinos onde estão inseridos. O levantamento avaliou questões como número de empregos, rentabilidade do setor de Turismo, faturamento, demanda de serviços ofertados, demanda pelo destino e gastos do turista no destino.